Novos corpos são encontrados. Atividade do vulcão se reduz a um nível que não representa mais uma ameaça

As autoridades da Indonésia aumentaram neste domingo para 304 o número de pessoas mortas desde que há um mês o vulcão Merapi entrou em erupção na ilha de Java.

Fumaça do vulcão Merapi, na Ilha de Java, vista neste domingo
AFP
Fumaça do vulcão Merapi, na Ilha de Java, vista neste domingo

Nas últimas horas foram encontrados vários corpos cobertos de cinza, e outras vítimas morreram no hospital por queimaduras e doenças respiratórias, informou o Centro Nacional de Gestão de Desastres.

Fontes oficiais também assinalaram que, neste momento, a atividade do se reduziu a um nível que já não representa uma ameaça para a segurança das pessoas que antes viviam ao redor da cratera.

Cerca da metade dos 400 mil deslocados pela erupção já puderam retornar a suas casas, embora os imóveis mais próximos ao vulcão estejam totalmente queimados e esses desabrigados terão que esperar para reconstruir seus lares.

Vulcão Merapi, na Indonésia, onde mais de 300 pessoas morreram após erupção
Associated Press
Vulcão Merapi, na Indonésia, onde mais de 300 pessoas morreram após erupção

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.