Passagem internacional da tocha Paraolímpica é cancelada

PEQUIM - Os organizadores chineses cancelaram a passagem internacional da tocha dos jogos Paraolímpicos de Pequim e encurtaram sua trajetória doméstica.

AP |

Os organizadores anunciaram as mudanças na quarta-feira, afirmando que o governo pretende se concentrar na ajuda humanitária as milhões de pessoas prejudicadas pelo terremoto do dia 12 de maio na província de Sichuan.

A primeira passagem da tocha Paraolímpica deveria parar em Londres, Vancouver e Whistler no Canadá e Sochi, na Rússia. Essas são as cidades escolhidas para sediar os próximos três Jogos Paraolímpicos.

Os Jogos Paraolímpicos acontecerão entre os dias 6 e 17 de setembro.

A passagem da tocha Olímpica se tornou um problema de relações públicas para a China. Muitos dos locais por onde a tocha passou no mundo - especialmente em Londres, Paris e São Francisco - foram palco de protestos violentos contra a política da China em relação ao Tibete.

Leia mais sobre: Paraolimpíadas

    Leia tudo sobre: olimpiadasparaolimpíadas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG