CIDADE DO MÉXICO - Um avião da companhia Aeromexico foi sequestrado na tarde desta quarta-feira em Cancún, no México. O voo 576 seguiu para o aeroporto internacional da capital, onde conseguiu aterrissar com segurança. Segundo o governo mexicano, todos os passageiros e integrantes da tripulação foram libertados e os supostos sequestradores, presos.

De acordo com agências, o avião transportava 104 pessoas. O passageiro Rocio Garcia disse à rede Televisa que a tripulação fez o anúncio de que o avião estava sob poder dos sequestradores quando aterrisaram na Cidade do México. A passageira Adriana Romero disse à rede que as pessoas desceram da aeronave sem ferimentos. Já a tripulação foi escoltada pelos agentes da PF mexicana. Não houve disparos ou sinal de violência.

O secretário de Transporte e Comunicação do México, Juan Molinar, confirmou que todos os passageiros e a tripulação estão a salvo, mas não declarou quantos sequestradores foram presos, nem detalhou as razões do sequestro. "Várias pessoas que participaram foram detidas e nós estamos investigando", disse. 

AP
Reprodução da TV mexicana
Reprodução da TV mexicana
De acordo com agências internacionais, de cinco a sete supostos sequestradores, que seriam bolivianos ou colombianos, foram transportados por helicóptero para a sede da Polícia Federal.

Os criminosos haviam ameaçado explodir a aeronave a menos que conseguissem falar com o presidente mexicano, Felipe Calderón. Molinar, no entanto, disse que não havia bomba no avião, embora alguns passageiros tenham dito que um dos sequestradores segurava um pacote que parecia ser um dispositivo explosivo.


Todos os passageiros teriam sido libertados, segundo TV / Foto: AP

O Boeing 737 saiu originalmente da Bolívia, com escala em Cancún, e seguiu sua rota para a Cidade do Mexico, segundo o "Diário de Yucatán".

Os voos previstos para aterrissar na Cidade do México foram transferidos para aeroportos de cidades próximas à capital, de acordo com a BBC.

Veja abaixo a rota do avião sequestrado no México:

Saiba mais sobre: sequestro de avião

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.