Passageiros revoltados queimam vagões na Argentina

BUENOS AIRES - Centenas de passageiros enfurecidos com o cancelamento nesta quinta-feira do serviço de uma linha de trem que liga a periferia oeste com a capital argentina queimaram quatro vagões e uma máquina de venda de passagens, além de terem apedrejado salas da empresa concessionária.

AFP |

Os incidentes começaram quando uma composição que viajava para o terminal "Once", em Buenos Aires, parou por uma falha técnica perto da estação Castelar (periferia oeste), o que provocou protestos violentos de centenas de passageiros que seguiam para o trabalho.

Os passageiros apedrejaram salas da concessionária Trens de Buenos Aires (TBA) em Castelar e bloquearam trechos da ferrovia para impedir a passagem de composições no sentido contrário, para o oeste da província de Buenos Aires.

O protesto durou mais de uma hora e só acabou coma chegada da polícia, que forçou a dispersão com gás lacrimogêneo e balas de borracha.

Os incidentes seguiram depois para a estação vizinha de Merlo, onde passageiros indignados incendiaram quatro vagões e uma máquina de venda de passagens.

Leia mais sobre Argentina

    Leia tudo sobre: argentina

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG