Nesta manhã, a Alemanha liberou completamente seu espaço aéreo." / Nesta manhã, a Alemanha liberou completamente seu espaço aéreo." /

Passageiros enfrentam filas e atrasos após retomada de voos na Europa

Apesar das estimativas de retomada de 75% dos voos nesta quarta-feira, a situação continua incerta e caótica em vários aeroportos europeus, após quase uma semana de paralisação no tráfego aéreo provocada pelas cinzas expelidas por um vulcão na Islândia. Passageiros enfrentam longas filas e atrasos em vários dos principais aeroportos do continente, como os de Londres, Paris e Madri. http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2010/04/21/alemanha+anuncia+reabertura+total+do+espaco+aereo+9464577.htmlNesta manhã, a Alemanha liberou completamente seu espaço aéreo.

BBC Brasil |

Voos também foram retomados na Alemanha, Bélgica, Holanda e Dinamarca, depois de informações de que o vulcão na geleira islandesa de Eyjafjallajokull estaria expelindo menos cinzas.

Reuters
Avião decola do aeroproto de Heathrow, em Londres, nesta quarta-feira
O espaço aéreo também foi reaberto na Áustria, Irlanda, Itália, Noruega, Polônia e Suíça. Todos os aeroportos da Espanha estão abertos.

As companhias aéreas enfrentam agora o desafio logístico de normalizar as operações após seis dias de atrasos e cancelamentos. Muitos passageiros que sofreram com os cancelamentos e atrasos ainda aguardam informações sobre quando poderão viajar.

Mais de 95 mil voos foram cancelados na Europa desde quinta-feira da semana passada.

AFP
Aeroportos seguem com longas filas


A agência de aviação europeia, a Eurocontrol, espera que 75% dos voos sejam retomados nesta quarta-feira. A agência estima que metade dos 27,5 mil voos diários previstos para a terça-feira na União Europeia decolaram.

Londres reabre
A Grã-Bretanha reabriu seu espaço aéreo às 22h de terça-feira (18h no horário de Brasília) para voos de longa distância. A previsão é que os voos de curta distância sejam retomados às 13h desta quarta-feira (9h no horário de Brasília).

Um voo vindo de Vancouver, no Canadá, foi o primeiro a aterrissar em quase uma semana no aeroporto de Heathrow, em Londres, o mais movimentado da Europa.

Os diretores da Eurocontrol disseram estar "otimistas" com a situação e acreditam que a situação será normalizada em poucos dias.

As companhias aéreas começaram a tentar encaixar nos seus próximos voos os passageiros que perderam suas viagens nos últimos seis dias.

Os passageiros que já tem bilhetes para viajar terão prioridade. As pessoas afetadas pelos cancelamentos estão sendo colocadas em listas de espera.

A British Airways disse que todos os voos de longa distância partindo de Heathrow e Gatwick foram retomados, mas alertou para cancelamentos nos voos de curta distância.

A Air France anunciou que retomará todos os voos de longa distância nesta quarta.

Na Suécia, o aeroporto principal de Estocolmo ainda estava fechado devido à nuvem de cinzas. No norte do país, no entanto, o espaço aéreo reabriu.

Cerca de 300 turistas britânicos em Santander, no norte da Espanha, foram levados de volta à Grã-Bretanha por navios da Marinha.

O governo britânico também enviou ônibus para buscarem passageiros que estão no aeroporto de Madri. Os primeiros cinco ônibus partiram da capital espanhola na noite de terça.

Todos os aeroportos espanhóis estão abertos, e o governo do país sugeriu que a Espanha seja usada como ponto de referência na Europa para que passageiros completem suas viagens.

O vulcão da geleira de Eyjafjallajokull está expelindo mais lava e menos cinzas, mas sua atividade continua sendo monitorada e pode mudar nas próximas horas. Os cientistas estão preocupados agora com o vulcão de Katla, em uma geleira vizinha, que também pode entrar em erupção.

Leia mais sobre: vulcões

    Leia tudo sobre: aeroportosvulcão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG