Os passageiros do Airbus da US Airways que caiu nesta quinta-feira no Hudson, perto de Nova York, conseguiram deixar o aparelho enquanto ele boiava nas águas geladas do rio, relatou um deles à rede de televisão CNN.

"Estou quase certo de que todos conseguiram sair", disse o passageiro Alberto Panero à CNN, contando que agarrou um dos assentos do avião na hora do acidente. "Outros se protegeram com os coletes. Mas alguns barcos chegaram imediatamente para nos ajudar", acrescentou.

De acordo com a Adminsitração da Aviação Civil (FAA), o avião transportava 148 passageiros e cinco ou seis tripulantes.

A CNN informara mais cedo que havia 135 passageiros no avião.

De acordo com testemunhas, o avião efetuou um pouso de emergência no rio, e levantou uma grande quantidade de água quando caiu. Mais de meia hora depois do acidente, as imagens de TV ainda mostravam o Airbus afundando lentamente nas águas do Hudson.

O avião, com destino a Charlotte, na Carolina do Norte (sul dos EUA), acabara de decolar do aeroporto de La Guardia quando aconteceu o acidente.

Segundo a FAA, uma ou várias aves podem ter provocado a queda do aparelho da US Airways ao ficarem presas nas turbinas.

ltl/yw/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.