Partidos que protagonizaram Revolução Laranja assinam acordo na Ucrânia

Kiev, 16 dez (EFE).- Os partidos que protagonizaram a Revolução Laranja de 2004 liderados pelo presidente da Ucrânia, Viktor Yushchenko, e a primeira-ministra, Yulia Timoshenko, evitaram hoje uma nova crise política nacional ao assinarem a formação de uma nova coalizão parlamentar.

EFE |

O Bloco Yulia Timoshenko (BYT), a legenda presidencialista Nossa Ucrânia-Autodefesa Popular (NU-AP), que fazem parte da coalizão governante anterior, selaram hoje uma nova aliança que inclui o minoritário Bloco de Vladimir Litvin (BL).

Este último partido se uniu à coalizão "laranja" no último dia 9 após esta lhe dar seu apoio para que Litvin fosse nomeado presidente da Rada Suprema (Legislativo).

Litvin, que já exerceu este cargo durante vários meses após a Revolução Laranja, recebeu este dia o apoio de 244 deputados.

A maior parte dos deputados do bloco presidencial decidiu se juntar à coalizão apesar da resistência do líder de seu grupo parlamentar, Viacheslav Kirilenko, e de seu número dois, Román Zvarich, que renunciaram hoje a estes cargos.

Desta forma, a nova coalizão conta com a maioria das cadeiras necessária para levar em frente o prometido pacote de medidas de combate à crise e aprovar os orçamentos de 2009, como tinha exigido o chefe de Estado. EFE bk/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG