Londres, 20 mai (EFE).- O primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, afirmou hoje que todos os partidos devem assumir a responsabilidade pelo escândalo do abuso de dinheiro público por parte dos deputados, e que chegou a hora de adotar medidas a respeito.

Em entrevista à emissora "GMTV", Brown disse que assume sua responsabilidade, e admitiu se sentir "horrorizado" pelas compensações econômicas que os deputados recebiam.

"Todos os partidos devem assumir a responsabilidade. Eu a assumo.

Peço desculpas ao povo pelo que aconteceu", assinalou o chefe do Governo, um dia depois de o presidente da Câmara dos Comuns, Michael Martin, apresentar sua renúncia.

Brown, que afirmou que sabia do que acontecia na Câmara dos Comuns, disse que haverá disciplina na Casa assim que o novo sistema de despesas for estabelecido.

"Faremos uma limpeza, teremos disciplina, teremos um novo sistema", ressaltou o primeiro-ministro, que destacou a necessidade de um organismo externo supervisionar as despesas.

"Não acredito que o povo ficará satisfeito se não houver alguém independente que revise tudo e nos informe que a situação anda bem", acrescentou.

O escândalo dos abusos veio à tona em 8 de maio pelo jornal conservador "The Daily Telegraph", que desde então publica diariamente revelações sobre despesas e pedidos de dinheiro indevidos de deputados de todos os partidos.

Segundo o diário, os deputados chegaram a reivindicar verba para comprar comida de cachorro, almofadas, roupas femininas, fraldas e para reformar piscinas. EFE vg/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.