Partido verde da Alemanha descarta coalizão com A Esquerda em eleições

Berlim, 8 jan (EFE).- O partido Os Verdes descartou hoje fazer parte de uma eventual coalizão em nível federal da qual participe a legenda A Esquerda, integrada por pós-comunistas e dissidentes social-democratas, após as eleições gerais na Alemanha.

EFE |

O co-presidente dos Verdes, Cem Özdemir, disse que atualmente não é possível uma aliança com A Esquerda, pois, segundo ele, se trata de um partido "antieuropeu" e não respalda a missão do Exército alemão no Afeganistão.

No entanto, Özdemir amenizou o tom de sua rejeição ao dizer que não se pode descartar que A Esquerda se transforme no futuro, de tal forma que a legenda possa se tornar um aliado em potencial.

Em nível regional, por outro lado, não se descarta a formação de coalizões de três partidos, nas quais Os Verdes se uniriam com o Partido Social-Democrata (SPD) e com A Esquerda.

Por enquanto, as pesquisas de intenção de voto para as eleições dão vantagem a uma potencial coalizão entre a União Democrata-Cristã (CDU), da chanceler alemã Angela Merkel, e o Partido Liberal (FDP).

Na última pesquisa da emissora "ARD", a CDU obtém 37% dos votos, o SPD, 26%, o FDP, 13%, Os Verdes, 10%, e A Esquerda, 2%.

Os resultados tornariam possível uma coalizão entre a CDU e o FPD, o que retomará a aliança que dirigiu a Alemanha durante os 16 anos da era do ex-chanceler Helmut Kohl, e colocaria fim à atual grande coalizão entre conservadores e social-democratas. EFE rz/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG