declaração de princípios - Mundo - iG" /

Partido Socialista francês adota declaração de princípios

Paris, 14 jun (EFE) - O Partido Socialista (PS) francês, reunido hoje em sua Convenção Nacional em Paris, adotou uma nova declaração de princípios, que abre espaço às reformas e elimina as referências passadas à revolução, além de pregar a mudança em seus estatutos. A reunião lançou oficialmente os preparativos do Congresso do PS de novembro próximo, que deverá definir sua linha política e será decisivo para a eleição, dias depois, do novo líder da legenda. Vários aspirantes declarados ou não à liderança do PS, incluindo os grandes rivais Ségolène Royal e Bertrand Delanoë, compareceram à reunião em Paris. A declaração de princípios, que pretende definir a identidade dos socialistas no início do século XXI e substitui a emitida em 1990 após a queda do Muro de Berlim, foi aprovada por 518 votos a favor, três contra e 17 abstenções. No texto, o PS se define como um partido europeu e reformista, partidário de uma economia social e ecológica de mercado. A reforma dos estatutos, que adapta o calendário interno do partido ao das eleições presidenciais francesas -que agora ocorrem a cada cinco anos-, foi referendada por 506 votos a favor, 25 contra e sete abstenções. Em virtude dessa reforma, o PS realizará dois congressos por qüinqüênio. Um pelo menos um ano antes das eleições presidenciais -a eleição do candidato do PS ao Palácio do Eliseu ocorrerá nos três meses seguintes a esse congresso-, e outro no ano que seguirá ao pleito.

EFE |

Tanto a declaração de princípios quanto a reforma dos estatutos, que encarnariam a "renovação" do PS após várias derrotas eleitorais, tinham sido aprovados por mais de 80% dos militantes que participaram da votação de 29 de maio, marcada por uma baixa mobilização (menos de 45% dos eleitores). EFE al/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG