Partido opositor de Mianmar pede novo encontro com Suu Kyi

O principal partido de oposição de Mianmar anunciou nesta terça-feira ter pedido mais uma vez um encontro com sua líder, Aung San Suu Kyi, que permanece detida pelo regime militar, no que um grupo de especialistas da ONU considera uma violação das leis do país.

AFP |

A Liga Nacional pela Democracia (LND) de Suu Kyi reitera em um comunicado o direito de se encontrar com a prêmio Nobel da Paz, que passou a maior parte dos últimos 19 anos detida.

"Como a LND é um partido político que atua legalmente é essencial que possamos definir a política do partido, suas regras, objetivos e projetos futuros", afirma o texto.

O comunicado também pede um encontro com o vice-presidente do partido, Tin Oo, que assim como Aung San Suu Kyi está em prisão domiciliar desde 2003.

hla/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG