Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Partido governista é confirmado como grande vencedor em pleito na Nicarágua

Manágua, 13 nov (EFE) - A governante Frente Sandinista de Libertação Nacional (FSLN) ganhou em 99 das 146 Prefeituras disputadas no pleito de domingo na Nicarágua, mas perdeu 4 das 14 cabeceiras departamentais que controla atualmente, segundo os últimos dados oficiais divulgados hoje. O partido governante na Nicarágua obtém o controle de 10 das 17 cabeceiras departamentais (capitais de província) do país, enquanto a opositora aliança liberal vence as seis restantes, com 88,5% das juntas receptoras de votos apuradas. O Conselho Supremo Eleitoral (CSE) publicou hoje em seu site os números com os quais a FSLN lidera as votações nas capitais provinciais de Chinandega, Estelí, Jinotepe, León, Managua, Matagalpa, Ocotal, San Carlos, Somoto e Rivas. Os liberais lideram em Bluefields, Boaco, Granada, Jinotega, Juigalpa e Masaya. Os sandinistas governam atualmente em 87 dos 153 municípios nicaragüenses, incluindo 14 das 17 cabeceiras provinciais, entre elas Manágua, enquanto a aliança opositora, liderada pelo Partido Liberal Constitucionalista (PLC), controla 57 municípios, entre eles dois capitais de província. O FSLN, cujo líder máximo é o presidente Daniel Ortega, obteve 880.932 votos de um total de 1.

EFE |

840.943 votos apurados, 47,85% do total, segundo os dados provisórios divulgados.

Os liberais, liderados pelo ex-líder Arnoldo Alemán (1997-2002) e que participaram do pleito em aliança com o Movimento Vamos com Eduardo e outros partidos menores, lideram o resultado em 42 municípios e com 856.194 votos (46,51%), que os consolidam como a principal força de oposição em Nicarágua.

A Aliança Liberal Nicaragüense (ALN) está à frente da apuração em três municípios e, junto ao Partido Resistência Nicaragüense (PRN) e ao partido Alternativa pela Mudança (AC), que não lideram nenhum, divide o resto de votos contabilizados até hoje. EFE lfp/db

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG