Partido governamental da Guiné Equatorial obtém quase 100% dos votos

Redação Internacional, 7 mai (EFE).- O partido do presidente Teodoro Obiang, Partido Democrático da Guiné Equatorial (PDGE), obteve quase 100% dos votos em 35 das 36 circunscrições eleitorais nas eleições legislativas e municipais na Guiné Equatorial, segundo anunciou hoje o ministro do Interior, Clemente Engonga.

EFE |

Representantes dos partidos Convergência para a Democracia Social (CPDS), de Plácido Micó, e União Popular (UP), de Baltasar Abaga, que assistiram à leitura das atas da apuração, e que informaram os dados à Agência Efe por telefone, se negaram a assinar as atas em questão para evitar "legitimar" os resultados do pleito.

Malabo, capital da Guiné Equatorial, foi o único lugar que, de acordo com os representantes, a Junta eleitoral Nacional (JEN) atribui ao CPDS 7.000 votos e à UP, 1.700, nas eleições realizadas no domingo passado.

Engonga, também presidente da JEN, informou que os 271.639 eleitores que votaram em 1.300 mesas distribuídas por todo o país, votaram, em sua maioria, a favor do governante Partido Democrático da Guiné Equatorial (PDGE).

Nessas eleições legislativas e municipais, que são a quarta da história da Guiné Equatorial desde sua independência da Espanha, em outubro de 1968, os eleitores elegeram 100 deputados da Câmara de Representantes do Povo (Assembléia unicameral) e 244 vereadores das 30 Prefeituras do país para os próximos cinco anos. EFE al/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG