Partido de Yanukovich tenta moção de censura a premiê da Ucrânia

Kiev, 19 fev (EFE).- O Partido das Regiões (PR), do presidente eleito Viktor Yanukovich, iniciou hoje no Conselho Supremo (Legislativo unicameral) da Ucrânia um processo de moção de censura contra a primeira-ministra Yulia Timoshenko.

EFE |

O deputado Aleksandr Yefrémov (PR) registrou hoje no Parlamento um projeto de resolução para conseguir que a câmara convoque um voto de censura a Timoshenko e seu Governo, como informa a agência de notícias local "Unian".

Caso a votação seja convocada, o PR precisaria de 226 votos, a metade mais um dos assentos do Parlamento, para conseguir mudanças no gabinete de ministros.

O partido de Yanukovich diz que conseguirá os votos necessários, mas analistas parecem duvidar da capacidade do PR de convencer os partidos que integram a coalizão laranja, que até agora apoia o Governo Timoshenko.

Em todo caso, o Parlamento só poderá tratar o assunto a partir de 2 de março, quando serão retomadas as sessões plenárias.

Yanukovich, líder da Ucrânia, pediu a Timoshenko que reconheça sua vitória nas eleições presidenciais e renuncie como primeira-ministra, o que ela se nega a fazer. EFE bk/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG