Partido de Olmert forma novo governo até novembro, diz TV

JERUSALÉM (Reuters) - O partido do primeiro-ministro de Israel, Ehud Olmert, o Kadima, marcou para 17 de setembro a eleição para definir sua liderança, e o vencedor deve formar um novo governo até novembro, disse uma TV israelense na quarta-feira. Olmert aceitou em junho antecipar a eleição interna do Kadima, como parte de um acordo com o Partido Trabalhista, que ameaçava abandonar a coalizão devido a um escândalo de corrupção envolvendo o premiê.

Reuters |

O primeiro-ministro deve tentar se manter como líder do Kadima, embora não tenha ainda formalizado sua candidatura.

Segundo o Canal 1 da TV local, Olmert e a chanceler Tzipi Livni, sua principal rival interna, escolheram 17 de setembro como data da votação, com um possível segundo turno em 25 de setembro.

A determinação de que o novo líder formará um gabinete até novembro seria parte desse acordo entre Olmert e Livni. O partido, de centro, não se manifestou oficialmente até o momento.

Olmert nega participação no escândalo de financiamento eleitoral, mas promete renunciar se for indiciado. Fontes do Partido Trabalhista dizem que seu líder, o ministro da Defesa, Ehud Barak, aceitaria permanecer no gabinete sob o comando de Livni.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG