Partido de Merkel termina o ano à frente dos social-democratas em pesquisas

Berlim, 22 dez (EFE) - A União Democrata-Cristã Alemã (CDU) da chanceler Angela Merkel iniciará 2009, ano no qual ocorrem eleições gerais na Alemanha, com uma clara vantagem frente ao Partido Social-Democrata Alemão (SPD), do vice-chanceler e ministro das Relações Exteriores, Frank-Walter Steinmeier.

EFE |

A CDU e sua aliada União Social-Cristã da Baviera (CSU) se mantêm, como nas semanas anteriores, com 37% das intenções de voto, de acordo com uma pesquisa publicada hoje pelo instituto Forsa.

O SPD segue com seus baixos índices e está com 24% das intenções de voto, de acordo com os números desse instituto.

A CDU/CSU, junto a seu aliado natural, o Partido Liberal (FDP), obteriam 49%, claramente na frente do que seria uma hipotética aliança entre o SPD, Os Verdes e A Esquerda, que somariam 46%.

O ano de 2009 foi qualificado na Alemanha como "maratona eleitoral", já que ocorrerão diversos pleitos regionais, municipais e também os europeus, além das eleições gerais em setembro.

Steinmeier será o adversário direto de Merkel na luta por reconquistar a Chancelaria para o SPD, depois da derrota do social-democrata Gerhard Schroeder nas gerais de 2005.

O vice-chanceler lançou uma mensagem este fim de semana a seus correligionários, incentivando-os à luta decisiva para recuperar o poder.

A primeira etapa na maratona eleitoral de 2009 serão as eleições regionais no estado de Hesse, que serão realizadas em 18 de janeiro.

Este pleito ocorrerá de forma antecipada, após as eleições realizadas em fevereiro deste ano em que as duas grandes legendas, CDU e SPD, ficaram praticamente empatadas, com ligeira vantagem para o primeiro-ministro, o conservador Roland Koch.

Nenhum dos grandes partidos conseguiu formar uma coalizão de Governo, o que obrigou à convocação de novos pleitos. EFE gc/ab/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG