Pesquisa de boca-de-urna mostrara que os democratas-cristãos caem de 28,8% para 24%

O bloco de centro-direita da chanceler Angela Merkel sofreu mais uma derrota numa eleição regional no Estado mais pobre da Alemanha, Meclemburgo-Pomerândia Ocidental, neste domingo, com os conservadores e o democratas-livres, ambos aliados do bloco, perdendo apoio.

Pesquisa de boca-de-urna divulgada pela emissora ARD mostrara que os democratas-cristãos (CDU), de Merkel, caem para 24%, contra 28,8% na votação anterior em 2006. Os democratas-livres (FDP) eram partido de oposição no Estado, mas caíram de 9,6% para 3%.

A crise na zona do euro pesou sobre a eleição antes de uma importante votação no Parlamento em Berlim sobre reformas no pacote de resgate à zona do euro prevista para o fim deste mês.

Merkel participou ativamente da campanha no Estado, com nove aparições. O distrito de Merkel também está localizado no Estado.

O CDU e o FDP sofreram reveses em seis eleições estaduais neste ano e o CDU perdeu controle de dois Estados que comandava há bastante tempo para os sociais-democratas (SPD).

O SPD, que governava em aliança com o CDU em Meclemburgo-Pomerândia Ocidental desde 2006, subiu para 37% de apoio, ante 30,2% há cinco anos. Eles podem manter a aliança com o CDU ou iniciar uma coalizão com Partido de Esquerda, que teve 17% de apoio, ou com os Verdes, que pela primeira vez conquistaram cadeiras na Assembleia local, com 8,5% dos votos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.