Partido Conservador vence eleições no R.Unido

Londres, 7 mai (EFE).- O Partido Conservador de David Cameron venceu as eleições gerais no Reino Unido, com 306 assentos, frente aos 258 do governante Partido Trabalhista e 57 do Liberal Democrata, segundo a apuração finalizada hoje.

EFE |

Londres, 7 mai (EFE).- O Partido Conservador de David Cameron venceu as eleições gerais no Reino Unido, com 306 assentos, frente aos 258 do governante Partido Trabalhista e 57 do Liberal Democrata, segundo a apuração finalizada hoje. Com 649 de 650 assentos distribuídos - e levando em conta que o último será disputado no dia 27 de maio depois da morte de um candidato - os conservadores são a primeira força do país tanto em número de cadeiras quanto em porcentagem de votos, com 36,1% do total. Apesar da vitória, o Partido Conservador não obtém a maioria absoluta no Parlamento e será obrigado a negociar para formar Governo. Nesse sentido, Cameron já fez uma oferta ao Partido Liberal Democrata, de Nick Clegg, ao qual oferece a possibilidade de aplicar algumas de suas promessas eleitorais em troca de seu apoio político. Entre os pontos em comum entre os dois grupos, o líder conservador destacou a criação de uma economia "verde" e a vontade de melhorar as oportunidades em educação. Além disso, frisou como pontos inegociáveis as relações do Reino Unido com a Europa e a questão da imigração. Quanto à reforma do sistema eleitoral, uma das principais reivindicações dos liberais, Cameron se mostrou disposto a instaurar uma comissão que examine o assunto. Por sua vez, o primeiro-ministro britânico, o trabalhista Gordon Brown, apesar de perder as eleições, tem, na condição de atual governante, o direito constitucional de tentar formar gabinete com o apoio de outros partidos. Brown fez uma oferta de diálogo aos liberais-democratas, com base nos pontos de comum acordo, como, conforme citou, a gestão da crise e a reforma do sistema de votação nas eleições para um mais proporcional. EFE jm/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG