Partido Comunista quer esmagar separatismo étnico

O Comitê Central do Partido Comunista chinês se mostrou decidido a esmagar o separatismo de caráter étnico, anunciou a agência oficial Xinhua (Nova China).

AFP |

Dois meses e meio depois dos distúrbios étnicos em Xianjiang, área de maioria muçulmana no noroeste do país, que deixaram oficialmente 200 muertos, o Comitê Central afirmou estar decidido a "impedir de forma eficaz e de esmagar decididamente as atividades separatistas vinculadas às questões étnicas".

O partido também pretende lançar uma campanha educativa, de massa, sobre a unidade étnica no país, que tem 56 comunidades étnicas, mas no qual os hans são a ampla maioria, completa a agência.

O comitê se reuniu a portas fechadas durante quatro dias em Pequim.

O órgão dirigente do Partido Comunista, com 194 membros (dos 76 milhões de integrantes do PC), realizou o encontro em um momento de tensão em Xinjiang e a poucos dias do aniversário de 60 anos da chegada ao poder dos comunistas, em 1º de outubro.

pt/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG