Partido Colorado voltará a ser maioria no Congresso do Paraguai

Assunção, 3 mai (EFE).- O Partido Colorado voltará à ter maioria no Congresso do Paraguai, apesar da histórica derrota sofridas nas eleições gerais de 20 de abril, segundo dados oficiais confirmados hoje.

EFE |

Os "colorados" - que perderam para a Aliança Patriótica para a Mudança (APC) do ex-bispo Fernando Lugo a Presidência do país, após uma hegemonia de 61 anos - ocuparão 15 das 45 cadeiras do Senado, seguidos pelo Partido Liberal Radical Autêntico (PLRA), segunda força eleitoral, com 14 assentos.

Em terceiro lugar, ficou a União Nacional de Cidadãos Éticos (Unace) do ex-candidato presidencial Lino Oviedo, com 9 cadeiras, deslocando desse lugar o Partida Pátria Querida (PPQ), que conseguiu 4 vagas.

O Partido País Solidário (PPS), o Movimento Popular Tekojoja e o Partido Democrático Progressista (PDP), todos afins ao ex-bispo, só conseguiram um lugar, segundo dados do Tribunal Superior de Justiça Eleitoral (TSJE).

Na Câmara dos Deputados, de 80 membros, o Partido Colorado tem maioria com 30 representantes, seguido pelo PLRA, que aparece com 29; Unace, com 15; o PPQ, que obteve 4; o PDP e o Tekojoja, com um cada.

Fontes do TSJE disseram que os cômputos estão à espera da definição das impugnações realizadas contra algumas mesas eleitorais, mas disseram que isso teria incidência mínima sobre os dados finais. EFE lb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG