Partido alemão é expulso do Parlamento por protesto antiguerra

BERLIM (Reuters) - Deputados do Partido de Esquerda alemão que seguraram cartazes na câmara baixa do parlamento protestando contra a guerra foram expulsos antes da votação desta sexta-feira para decidir se o país aumentará o número de tropas no Afeganistão. Os deputados seguraram cartazes com nomes de civis que, segundo eles, foram mortos por um ataque aéreo realizado por ordem alemã em setembro. O ataque de um avião de caça F-15 dos EUA matou ao menos 69 militantes do Taliban e 30 civis, segundo informações do governo afegão.

Reuters |

O parlamento tem 622 membros de seis partidos. O Esquerda é um dos três partidos de oposição entre os 76 assentos do Bundestag.

(Reportagem de Erik Kirschbaum)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG