Partidários se enfrentam pouco antes das eleições no Paraguai

Partidários do opositor e ex-bispo Fernando Lugo e do governista Partido Colorado denunciaram agressões faltando apenas 48 horas para as históricas eleições que podem encerrar mais de seis décadas de poder de apenas um partido no Paraguai.

AFP |

Jovens simpatizantes do esquerdista Fernando Lugo denunciaram terem sido atacados por "uma turba" de governistas na madrugada desta sexta-feira.

"Uma turba de mais de 80 pessoas do Partido Colorado nos atacou com pedras e paus", denunciou um jovem da Aliança Patriótica para a Mudança (APC) de Lugo, à televisão local, que mostrou imagens de carros com os pára-brisas quebrados.

O delegado Ramón Galeano disse que "ás 1h30 da madrugada houve um confronto entre colorados e liberais (que integram a coalizão APC)", em declarações a radio Uno.

O canal de televisão disse ainda que em represália partidários de Lugo atacaram outros colorados, mostrando imagens de automóveis com vidros quebrados, com propagandas da candidata do governo Blanca Ovelar.

O Partido Colorado pode perder a hegemonia de seis décadas seguidas no poder. As pesquisas indicam que Luga está em primeiro com 34% das intenções de voto, seguido do ex-general Lino Oviedo (29%) e de Ovelar (28,5%), ex-ministra da Educação do atual presidente Nicanor Duarte.

pz/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG