Partidários do opositor e ex-bispo Fernando Lugo e do governista Partido Colorado denunciaram agressões faltando apenas 48 horas para as históricas eleições que podem encerrar mais de seis décadas de poder de apenas um partido no Paraguai.

Jovens simpatizantes do esquerdista Fernando Lugo denunciaram terem sido atacados por "uma turba" de governistas na madrugada desta sexta-feira.

"Uma turba de mais de 80 pessoas do Partido Colorado nos atacou com pedras e paus", denunciou um jovem da Aliança Patriótica para a Mudança (APC) de Lugo, à televisão local, que mostrou imagens de carros com os pára-brisas quebrados.

O delegado Ramón Galeano disse que "ás 1h30 da madrugada houve um confronto entre colorados e liberais (que integram a coalizão APC)", em declarações a radio Uno.

O canal de televisão disse ainda que em represália partidários de Lugo atacaram outros colorados, mostrando imagens de automóveis com vidros quebrados, com propagandas da candidata do governo Blanca Ovelar.

O Partido Colorado pode perder a hegemonia de seis décadas seguidas no poder. As pesquisas indicam que Luga está em primeiro com 34% das intenções de voto, seguido do ex-general Lino Oviedo (29%) e de Ovelar (28,5%), ex-ministra da Educação do atual presidente Nicanor Duarte.

pz/fb

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.