Partidários escolherão Hillary em votação simbólica na convenção

Denver (EUA.), 27 ago (EFE).

EFE |

- Vários líderes democratas defenderam hoje a candidatura de Hillary Clinton para a Presidência dos Estados Unidos, em um gesto que permitirá que o nome da senadora seja colocado em uma votação simbólica na convenção do partido em Denver.

Entre as personalidades que defenderam a candidatura da ex-primeira-dama esteve a congressista Hilda Solis, que assegurou que Hillary é uma das pessoas que mais fez pela população latina.

Outros delegados de estados como Utah e Nova York, de onde é Hillary, também foram ao palco da convenção democrata para defender a validade da candidatura de Hillary.

Depois, se iniciou o processo de defesa da candidatura de Barack Obama, que venceu as primárias do partido.

Em seguida, a presidente da Câmara de Representantes, Nancy Pelosi, que é também preside a convenção, submeterá os candidatos à votação.

O nome de Hillary será apontado por seus partidários em uma primeira votação. Na seguinte e definitiva rodada, todos os delegados votarão em Obama, que sairá do ato já oficialmente o candidato democrata.

A senadora se reuniu hoje com seus delegados para colocá-los à vontade para votar em Obama, se assim quisessem.

Depois de uma dura batalha nas primárias, a campanha de Obama decidiu que o nome de Hillary se submeteria a votação na convenção, como uma maneira de reconhecer os 18 milhões de votos que obteve nesse processo e contentar seus seguidores. EFE pgp/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG