Partidários de Timoshenko bloqueiam Parlamento ucraniano

Kiev, 14 mai (EFE).- Deputados partidários da primeira-ministra da Ucrânia, Yulia Timoshenko, bloquearam hoje pelo segundo dia consecutivo a tribuna e a mesa da Rada Suprema (Parlamento).

EFE |

"O grupo parlamentar do Bloco de Yulia Timoshenko (BYT) continuará o bloqueio da tribuna até que os projetos de leis contra a inflação sejam incluídos na agenda do dia", declarou Oleg Liashko, deputado dessa legenda.

Na véspera, os legisladores do BYT impediram o presidente da Ucrânia, Viktor Yushchenko, de apresentar no Parlamento seu relatório sobre o estado da nação.

O chefe do Estado teve de cancelar seu comparecimento e ofereceu uma entrevista coletiva na qual criticou duramente a legenda da primeira-ministra, acusada de descumprimento de acordos.

Timoshenko, cujas relações com Yushchenko pioraram consideravelmente recentemente, denunciou que a gestão do Governo está sendo "sabotada", que os projetos de lei contra a inflação não são examinados pelo Parlamento e que os governadores "bombardeiam" as iniciativas do Executivo. EFE bk/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG