Partidários de premier tailandês pedem estado de exceção

Partidários do governo tailandês pediram nesta quinta-feira ao primeiro-ministro Somchai Wongsawat que proclame estado de exceção, depois que os manifestantes fecharam durante a noite o segundo maior aeroporto de Bangcoc.

AFP |

O pedido foi feito pouco antes de uma reunião nesta quinta-feira do gabinete de Somchai na cidade de Chiang Mai (norte), onde o avião do chefe de Governo pousou na quarta-feira procedente do Peru, diante da impossibilidade de aterrissar em um aeroporto de Bangcoc.

"Pedimos ao governo que proclame estado de exceção ao fim da reunião", declarou à AFP Jatuporn Prompan, parlamentar do Partido do Poder do Povo (PPP, o mesmo do premier).

Opositores nacionalistas e monárquicos, reunidos na Aliança do Povo pela Democracia (PAD), intensificaram esta semana as ações para derrubar o governo tailandês.

Desde terça-feira à noite ocupam o aeroporto internacional Suvarnabhumi de Bangcoc e na quarta-feira provocaram o fechamento do segundo aeroporto (Don Mueang) da capital tailandesa.

ask/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG