Partidários de Mugabe continuam confisco de terra de brancos

Partidários do presidente zimbabuano, Robert Mugabe, tomaram à força uma das últimas propriedades agrícolas nas mãos de brancos do país, informou a imprensa oficial, em meio à tensão diante da incerteza sobre os resultados das últimas eleições presidenciais.

AFP |

Um grupo de "veteranos de guerra, colaboradores (sic) de guerra e membros das juventudes do partido (de Mugabe) ZANU-PF ocupou a propriedade de um homem (branco) em Masvingo e lhe deram quatro horas para desalojá-la", afirmou a TV pública.

A mesma fonte disse que a cidade de Masvingo (sul) registrou uma grande afluência de brancos, e que os partidários de Mugabe tomaram a propriedade "em reação às notícias de que antigos granjeiros comerciais brancos estão voltando para reocupar a terra".

Esses fatos acontecem um dia depois que os veteranos da guerra da independência expressaram sua vontade de "defender a soberania nacional" e lançaram uma advertência contra qualquer provocação, depois que seu herói Mugabe sofreu um duro golpe nas eleições gerais.

Mugabe recorreu com freqüência aos veteranos para intimidar seus oponentes e como ponta-de-lança das expropriações de propriedades agrícolas nas mãos de brancos, que caracterizaram sua polêmica reforma agrícola de 2000.

sn/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG