Pároco de Gaza agradece a Bento XVI por citar cristãos da região em discurso

Cidade do Vaticano, 1 jan (EFE).- O pároco de Gaza, Manuel Musallam, agradeceu hoje ao papa Bento XVI após o pontífice lembrar dos cristãos da região durante a missa pela Jornada Mundial da Paz.

EFE |

Durante a homilia, o papa abordou a situação da Faixa de Gaza, que há dias sofre com ataques de Israel, e fez um apelo pela paz no Oriente Médio.

"A violência, o ódio e a desconfiança são as formas de pobreza que devemos combater. Em Gaza, há uma pequena, mas fervorosa paróquia que também vem sofrendo com os incidentes", disse Bento XVI.

Musallam explicou à "Radio Vaticano" que a maior parte das pessoas em Gaza não ouviu o discurso do papa, que chegou a ser transmitido pelos meios de comunicação.

"É que não temos eletricidade, nem internet. No entanto, para quem conseguiu ser informado das palavras do papa, foi algo muito bom", disse.

Mussalam também afirmou que muitos cristãos perderam suas casas durante os bombardeios israelenses e lamentou que os ataques não tenham se limitado aos depósitos de armas do Hamas.

O número de cristãos em Gaza vem diminuindo de forma significativa nos últimos anos. Em 2003, representavam 5% da população, enquanto no ano passado não chegavam a 2%, informaram à Agência Efe fontes religiosas. EFE cps/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG