O Parlamento da Turquia aprovou nesta sexta-feira a reforma da Constituição, o que abre caminho para um referendo de aprovação final da medida que, segundo a oposição, permitirá ao governo islâmico-conservador ter mais poderes." /

O Parlamento da Turquia aprovou nesta sexta-feira a reforma da Constituição, o que abre caminho para um referendo de aprovação final da medida que, segundo a oposição, permitirá ao governo islâmico-conservador ter mais poderes." /

Parlamento turco aprova reforma constitucional

O Parlamento da Turquia aprovou nesta sexta-feira a reforma da Constituição, o que abre caminho para um referendo de aprovação final da medida que, segundo a oposição, permitirá ao governo islâmico-conservador ter mais poderes.

AFP |

O Parlamento da Turquia aprovou nesta sexta-feira a reforma da Constituição, o que abre caminho para um referendo de aprovação final da medida que, segundo a oposição, permitirá ao governo islâmico-conservador ter mais poderes.

O projeto foi aprovado por 336 dos 550 parlamentares, seis votos a mais que o necessário, mais abaixo da maioria de dois terços que teria significado uma adoção definitiva sem referendo.

As emendas, que terão como principal efeito limitar os poderes do Judiciário e das Forças Armadas, duas instituições hostis ao atual governo, serão submetidas agora à aprovação do presidente da República, que deve anunciar rapidamente a organización de um referendo.

O primeiro-ministro, Tayyip Erdogan, declarou na quinta-feira que a reforma seria submetida a referendo caso não conseguisse a maioria de dois terços no Parlamento.

A oposição acusa o governo de querer modificar a Constituição para amordaçar o Judiciário e o Exército, instituições consideradas muito poderosas na Turquia.

han-ms-mc/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG