Parlamento sérvio ratifica acordos com UE e Rússia

Belgrado, 9 set (EFE).- O Parlamento sérvio aprovou hoje dois projetos de leis para ratificar o Acordo de Estabilização e Associação com a União Européia (UE) e um importante convênio energético com a Rússia no setor de gás e petróleo.

EFE |

Entre as prioridades do novo Governo sérvio pró-europeu, formado em julho e liderado pelo economista Mirko Cvetkovic, estão levar a Sérvia à UE e aprofundar as relações com a Rússia.

O acordo com a UE recebeu hoje o apoio de 140 dos 250 deputados no Parlamento sérvio. Os 78 representantes do ultranacionalista Partido Radical Sérvio (SRS) não foram à votação, devido aos desacordos internos nesta formação a respeito do tema.

Outros 28 deputados do partido do ex-primeiro-ministro Vojislav Kostunica e seus parceiros votaram contra.

O Acordo de Estabilização e Associação da Sérvia com a UE foi assinado em abril e é considerado a prévia para a entrada no bloco europeu.

A Comissão Européia (CE) recomendou que os países da UE comecem a aplicar esse acordo, um passo bloqueado agora pela Holanda, que exige a captura do acusado de crimes de guerra foragido Ratko Mladic.

Além disso, os deputados sérvios aprovaram hoje por uma maioria de 214 votos o acordo intergovernamental de cooperação energética entre Sérvia e Rússia no setor de gás e petróleo, válido por 30 anos, que foi assinado em janeiro.

O convênio abrange, entre outros, um acordo para a construção de um ramal de 400 quilômetros do gasoduto South Stream, que permitirá à Rússia fornecer gás a países europeus através do Mar Negro e dos Bálcãs.

Também representa a compra e venda de 51% da Indústria Petrolífera Sérvia (NIS, em sérvio), mas os detalhes da operação ainda serão objeto de negociações. EFE Sn/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG