Legisladores gregos reelegeram Karolos Papoulias, de 80 anos, ao seu segundo mandato como presidente nesta quarta-feira, medida que busca evitar a instabilidade política em meio a uma crise orçamentária.

Papoulias teve o apoio de ambos os socialistas governantes e o principal partido conservador da oposição, o partido da Nova Democracia, conquistando 266 votos dos 300 assentos no parlamento. Seu novo mandato, com duração de cinco anos, começa no dia 12 de março.

Apesar de seu cargo ser principalmente uma formalidade, a falta de uma votação para chefe de Estado obriga a convocação imediata de eleições gerais.

"Para superar essa crise, precisamos mobilizar nossas forças e permanecer unidos", disse Papoulias, ex-ministro de Relações Exteriores do governo socialista, após a votação.

Leia mais sobre Grécia

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.