Parlamento iraquiano realiza sessão extraordinária sobre segurança

Bagdá, 21 ago (EFE).- O Parlamento iraquiano decidiu se reunir hoje em caráter extraordinário para discutir a situação de segurança, após a série de atentados que matou 95 pessoas em Bagdá na quarta-feira.

EFE |

A reunião deve contar com a presença do ministro da Defesa, Jawad Bolani; do Interior, Abdel Kader Obeidi, assim como a do principal responsável da segurança em Bagdá, Abud Qanbar.

Segundo o canal oficial "Al Iraqiya", os parlamentares, que estão em período de férias, discutirão as causas das explosões e as medidas necessárias para evitar a deterioração da segurança.

No mesmo dia da série de ataques, o primeiro-ministro do Iraque, Nouri al-Maliki, pediu a revisão das medidas de segurança no país.

Em comunicado oficial, Maliki afirmou que os ataques requeriam uma nova avaliação dos planos e mecanismos de segurança para enfrentar os desafios terroristas, e aumentar a cooperação entre os corpos de segurança e o povo do Iraque.

O anúncio da reunião de emergência da câmara legislativa coincide com um novo atentado cometido no sul de Bagdá, no qual duas pessoas morreram e 20 ficaram feridas.

Segundo fontes policiais, uma bomba explodiu no mercado popular de Al-Rashid, de frutas e verduras, e causou também grandes danos materiais. EFE ah/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG