Parlamento iraniano retoma debates sobre gabinete de Ahmadinejad

O Parlamento iraniano, dominado pelos conservadores, retomou os debates sobre os ministros propostos pelo presidente Mahmud Ahmadinejad antes da votação de confiança programada para quarta-feira.

AFP |

Os deputados precisam estudar os casos de 10 dos 21 ministros propostos. Entre as nomeações submetidas à análise nesta segunda-feira está a de Susan Keshavarz como ministra da Educação. Ela é uma das três mulheres propostas pelo presidente ultraconservador Ahmadinejad para integrar o gabinete, uma novidade desde a revolução islâmica em 1979.

Ahmadinejad tem enfrentado as críticas do campo conservador de que vários nomes apresentados por ele não têm preparo para exercer as funções, além do fato de não ter consultado os deputados.

Vários parlamentares ameaçam não dar o voto de confiança a alguns ministros.

Ao mesmo tempo, a oposição ainda questiona a vitória de Ahmadinejad nas eleições presidenciais de 12 de junho.

sgh/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG