Parlamento iraniano aprova novo ministro do Interior

Teerã, 18 nov (EFE).- A Assembléia Consultiva Islâmica (Parlamento iraniano) aprovou hoje por estreita margem de votos a nomeação de Sadeq Mahsuli, político próximo ao presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad como novo ministro do Interior, duas semanas após a polêmica destituição de seu antecessor.

EFE |

Mahsuli recebeu 138 votos a favor e 112 contra, enquanto 20 parlamentares votaram em branco, informou a agência iraniana "Mehr".

O novo ministro assume uma pasta crucial, que supervisionará as eleições presidenciais de junho, depois que a Assembléia destituiu seu antecessor, Ali Kordan, em 4 de novembro.

Kordan, apoiado até o final por Ahmadinejad, foi acusado de "conduta desonesta" após ficar provado que falsificou seu currículo com um título de Direito pela Universidade de Oxford que não tinha obtido.

Desde a chegada de Ahmadinejad ao poder, em julho de 2005, três pessoas já passaram pelo Ministério do Interior. E desde então, houve dez mudanças no Governo.

Além da saída de Kordan, oito ministros deixaram o cargo por iniciativa do presidente iraniano e um por falecimento.

Segundo a legislação iraniana, se 11 dos 21 ministros do Gabinete abandonarem o Governo durante a mesma legislatura, o Executivo terá que se submeter em bloco ao voto de confiança do Parlamento para ser mantido ou não. EFE msh/wr/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG