Parlamento francês realiza sessão extraordinária para acelerar reformas

Paris, 31 jul (EFE).- O primeiro-ministro da França, François Fillon, anunciou hoje que propôs ao presidente, Nicolas Sarkozy, a convocação de uma sessão extraordinária do Parlamento a partir do 22 de setembro para tramitar dois projetos de lei do previsto pacote de reformas de seu Governo.

EFE |

Em comunicado, Fillon afirmou que a razão desta convocação é "iniciar sem demora o debate diante da representação nacional de dois projetos de lei em preparação na área social".

Trata-se do projeto sobre as rendas do trabalho, aprovado no último dia 28 pelo Conselho de Ministros, e do qual generalizará a "receita de solidariedade ativa" e reformará as políticas de inserção, que deve ser aprovado pelo Executivo no dia 3 de setembro.

"A prioridade destes projetos, que favorecem em particular o poder aquisitivo dos assalariados e o reatamento de atividade de pessoas sem trabalho, justifica esta perspectiva de inscrição urgente na agenda das assembléias desde o mês de setembro, antes inclusive da abertura da sessão ordinária de primeiro de outubro", afirmou o primeiro-ministro.

O chefe do Executivo afirma ter consultado os presidentes da Assembléia Nacional e do Senado antes de colocar nas mãos de Sarkozy sua iniciativa de adiantamento da volta da atividade parlamentar.

EFE ac/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG