Parlamento Europeu estuda nesta quinta-feira caso Battisti

Estrasburgo (França), 2 fev (EFE).- O Parlamento Europeu (PE) decidiu hoje modificar a agenda de sua sessão plenária desta semana para estudar, na quinta-feira, o conflito entre Brasil e Itália pela extradição do ex-ativista de esquerda radical Cesare Battisti.

EFE |

A pedido do grupo União pela Europa das Nações (UEN), a Câmara concordou em substituir o ponto previsto sobre a situação dos direitos humanos nas Filipinas pelo de Battisti, que recebeu do Governo brasileiro o status de refugiado político, apesar de ter sido condenado, na Itália, à prisão perpétua por quatro mortes.

A deputada Roberta Angelilli (UEN) considerou "importante" que a opinião do Parlamento neste caso seja ouvida, já que, insistiu, "é uma questão que não afeta só a memória dos falecidos".

O caso Battisti, que aguarda na penitenciária da Papuda, em Brasília, para ser colocado em liberdade, afetou as relações diplomáticas do Brasil e da Itália, depois que o Governo italiano decidiu chamar a consultas seu embaixador no país.

A Itália pediu ainda a colaboração das autoridades européias na questão. EFE mvs/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG