Bruxelas, 5 nov (EFE).- Os principais grupos políticos do Parlamento Europeu (PE) confiaram hoje em que ocorrerá um novo impulso nas relações transatlânticas com a vitória eleitoral do democrata Barack Obama, a quem o presidente da Eurocâmara convidou a discursar perante o plenário nos próximos meses.

Em carta em nome do PE, o presidente da instituição, Hans-Gert Poettering, felicitou Obama, a quemd esejou "todos os sucessos" como presidente, "em um momento crítico".

Para Poettering, os resultados eleitorais "mostraram mais uma vez a extraordinária capacidade de renovação que se manifestou de forma evidente em outros momentos difíceis da história americana".

O presidente da Eurocâmara deu as boas-vindas a esta "oportunidade" para fortalecer as relações entre a União Européia (UE) e os EUA, e fez a Obama um convite para "trabalhar juntos de forma efetiva em muitos dos assuntos globais que as autoridades nos dois continentes devem enfrentar, como a mudança climática".

Em sua carta, Poettering convidou Obama a discursar diante do Parlamento em alguma de suas primeiras visitas à Europa como presidente, por exemplo, antes da cúpula da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) que será realizada em abril do próximo ano, afirmou, em comunicado.

"O fato de Barack Obama realizar um discurso perante o Parlamento Europeu em sua primeira visita à Europa daria uma excelente mensagem aos cidadãos da União Européia", afirmou.

Desde Ronald Reagan, em 1985, nenhum presidente dos Estados Unidos se dirigiu diretamente aos membros da Eurocâmara. EFE mvs/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.