Parlamento do Mercosul declara apoio ao Governo boliviano

Montevidéu, 15 set (EFE).- O Parlamento do Mercosul aprovou hoje, no primeiro dia de sua 8ª Sessão Plenária, uma proposta de declaração que apóia o Governo boliviano do presidente Evo Morales em meio à crise que assola o país andino.

EFE |

A proposta declara o "firme apoio ao regime institucional da República da Bolívia, incluindo o reconhecimento das autoridades e instituições eleitas pelo povo boliviano".

O Parlamento do Mercosul aprovou também uma recomendação ao Conselho do Mercado Comum (CMC) do bloco para que dê prioridade aos investimentos em expansão de infra-estrutura de transportes tanto terrestres e aéreos como fluviais e marítimos.

A execução das obras entre a fronteira brasileira e a localidade argentina de San Pedro para completar o que um corredor que unirá os portos brasileiros do Atlântico com os chilenos do Pacífico, também fez parte dos debates da Sessão Plenária do Mercosul, que termina amanhã em Montevidéu.

Amanhã, em uma sessão especial, os parlamentares receberão o ministro da Defesa do Brasil, Nelson Jobim.

Jobim levará um relatório sobre o projeto de criação do Conselho de Defesa do Unasul, impulsionado pelo Brasil, que exerce a Presidência rotativa do bloco sul-americano. EFE mtc/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG