Parlamento do Mercosul abre sessão com rejeição de diretiva da UE

Buenos Aires, 27 jun (EFE).- O Parlamento do Mercosul abriu hoje suas sessões na Argentina com uma declaração de rejeição à diretiva de retorno de imigrantes irregulares aprovada na semana passada pela Eurocâmara.

EFE |

Em reunião realizada na cidade de San Miguel de Tucumán, os parlamentares da Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai consideraram que a norma "viola os direitos humanos básicos e o direito à livre circulação internacional".

Também declararam sua esperança na capacidade do Parlamento Europeu para modificar uma decisão que consideraram "equivocada e estéril, além de ser uma mancha para a imagem da União Européia (UE)".

A sessão do Parlamento do Mercosul, que aconteceu pela primeira vez neste país e continuará amanhã, foi liderada pelo presidente provisório do Senado argentino, José Pampuro. EFE hd/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG