Kiev, 11 mar (EFE).- O presidente da Rada Suprema (Parlamento) da Ucrânia, Vladimir Litvin, anunciou nesta quinta-feira a criação de uma nova coalizão parlamentar capaz de formar um Governo.

Litvin informou que a nova coalizão, chamada "Estabilidade e Reformas", tem 235 deputados, nove a mais que o mínimo necessário para formar o Gabinete de Ministros.

Este anúncio, feito no início da sessão plenária da Rada, significa que ainda hoje mesmo pode ser votada a candidatura do novo primeiro-ministro, que substituirá Yulia Timoshenko, destituída na semana passada.

O grupo parlamentar do Partido das Regiões, do novo presidente ucraniano, Viktor Yanukovich, promoveu ao cargo de primeiro-ministro o deputado Nikolai Azarov.

Atual líder do Partido das Regiões, Azarov foi vice-primeiro-ministro de Yanukovich em mandatos anteriores no Governo ucraniano.

Para que sua candidatura seja ratificada pela Rada, ela deve contar com maioria absoluta, ou seja, o voto de pelo menos 226 deputados. EFE bk-bsi/fm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.