Parlamento da Geórgia impõe lei marcial em todo o país

O Parlamento da Geórgia aprovou neste sábado o decreto do presidente do país, Mikhail Saakashvili, que impõe a lei marcial em todo o território do país por 15 dias a partir de sábado.

EFE |

Após a votação, o presidente do Legislativo, David Bakradze, destacou que o decreto "não afeta os principais direitos dos cidadãos" e "o país mantém o ritmo de vida normal".

Ao anunciar a lei marcial, Saakashvili disse que sua imposição não está relacionada à situação na Ossétia do Sul, mas com a agressão russa, cujo objetivo é gerar "pânico" entre a sociedade georgiana.

Um comunicado divulgado pela Chancelaria georgiana acusa a Rússia de lançar uma "agressão militar de grande escala contra um Estado soberano".

"A aviação russa bombardeia alvos militares e civis em todo o território da Geórgia. Em águas da Abkházia (outra região separatista), entraram navios da Marinha russa", diz o documento.

Enquanto isso, unidades do Exército russo entraram na Ossétia do Sul para implantar ali um "regime de ocupação militar", diz a nota.

"Hoje, a Geórgia esta de fato em guerra com a Rússia", diz o documento, e assegura que "o Estado georgiano empreende todas as medidas para preservar a independência e garantir a segurança de seus cidadãos".

    Leia tudo sobre: georgia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG