Parlamentares iranianos tentam liberar US$ 1,2 bi à Bolívia

La Paz, 16 mai (EFE).- Uma missão de parlamentares iranianos iniciará na segunda-feira uma visita de quatro dias à Bolívia com o objetivo de concretizar uma ajuda econômica de US$ 1,2 bilhão para o país andino, informou hoje uma fonte oficial.

EFE |

O deputado governista David Herrada confirmou à Agência Efe que a delegação deve se encontrar na terça-feira com o presidente Evo Morales e com o ministro de Exteriores, David Choquehuanca, e nos dias seguintes com líderes do Parlamento e dos movimentos sociais bolivianos.

Morales e o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, estabeleceram relações diplomáticas no final de 2007, quando foi decidido que o Irã daria à Bolívia uma ajuda de US$ 1,2 bilhão.

A Câmara dos Deputados da Bolívia, controlada pelo Governo, aprovou a concessão dessa ajuda, mas o Senado, que está nas mãos da oposição, adiou a ratificação do convênio de cooperação.

Hoje, a Câmara ressaltou em um comunicado que a visita serve para "consolidar e desenvolver a cooperação econômica" de US$ 1,2 bilhão para hidrocarbonetos, mineração, indústria, água, agricultura, florestação, cultura, ciência e tecnologia. EFE ja/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG