erros - Mundo - iG" /

Parlamentares iranianos avisam potências a não repetirem erros

TEERÃ (Reuters) - Os parlamentares do Irã disseram às potências mundiais nesta terça-feira para não repetirem os erros do passado nas conversas desta semana em Genebra, sugerindo que eles podem nesse caso forçar o governo iraniano a reduzir a cooperação com a agência nuclear da ONU. Aumentando os interesses no raro encontro marcado para quinta-feira, 239 parlamentares assinaram uma declaração expressando apoio às negociações baseadas em propostas colocadas ao Irã, que não mencionaram o programa nuclear de Teerã.

Reuters |

Os Estados Unidos deixaram claro que irão se concentrar nas atividades nucleares do Irã, que o Ocidente teme visam a fabricação de bombas, no encontro na cidade suíça.

O Irã, que insiste que seu programa tem como finalidade a produção de eletricidade, ofereceu-se para conversas abrangentes relacionadas à segurança, mas diz que não irá negociar seus "direitos" nucleares.

"Lembramos aos países negociantes que esta é um oportunidade histórica que pode ser uma forma de romper o impasse e resolver os problemas", afirmaram os parlamentares em declaração citada pela emissora IRIB.

"Recomendamos que o 5+1 (grupo das seis potências que negociam com o Irã) use esta oportunidade", disseram. "Se o 5+1 não aproveitar essa oportunidade, o Parlamento iraniano tomará outras decisões, como já fez no passado."

Em 2006, o Parlamento iraniano aprovou uma lei obrigando o governo do país a revisar seu nível de cooperação com a agência nuclear da ONU após a aprovação nas Nações Unidas de sanções a Teerã por conta de seu programa atômico.

(Reportagem de Parisa Hafezi e Reza Derakhshi)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG