Parlamentares dos EUA pedem que Brasil devolva menino ao pai americano

Parlamentares americanos aprovaram uma resolução, nesta quarta-feira, na qual pedem ao governo do Brasil que devolva Sean Goldman, que vive no Rio de Janeiro com o padrasto depois que a mãe brasileira morreu, a seu pai biológico, o americano David Goldman.

AFP |

Dos 432 parlamentares da Câmara dos Representantes, 418 votaram a favor da resolução: um apelo ao Brasil para que dê a guarda do menino, de 9 anos de idade, ao pai americano.

"O sequestro de Sean Goldman e sua permanência ilegal de quatro anos e meio no Rio devem ser solucionados imediata e irrevogavelmente", afirmou o representante Chris Smith, do estado de Nova Jersey.

David Goldman se casou com a brasileira Bruna Carneiro Ribeiro em 1999. Um ano depois, o casal teve um filho, Sean.

A família vivia em Nova Jersey, até que, em junho de 2004, Bruna e Sean viajaram para o Brasil.

"Assim que chegou ao Rio de Janeiro, ela avisou ao pai de Sean, David Goldman, que permaneceria no Brasil, disse que o casamento havia acabado e que ela não deixaria Sean voltar para sua casa, em Nova Jersey", disse Smith durante a votação.

Já no Brasil, Bruna conseguiu uma decisão judicial autorizando seu divórcio de Goldman, casando-se de novo em seguida. Em agosto do ano passado, quando ela morreu ao dar à luz seu segundo filho, a justiça brasileira deu a guarda de Sean a seu padrasto, o segundo marido de Bruna.

A justiça americana, porém, decidiu que David deveria ter "a total custódia de Sean, desde agosto de 2004", lembrou Smith, ao exigir que as autoridades brasileiras cumpram suas obrigações legais e deixem que o menino volte para os Estados Unidos com o pai.

"David Goldman não deve ser impedido de criar seu próprio filho; além disso, uma criança que recentemente perdeu a mãe deve ficar com o pai", acrescentou.

A secretária de Estado americana Hillary Clinton discutiu o caso quando se encontrou, duas semanas atrás, com o ministro das Relações Exteriores Celso Amorim, em Washington.

Nesta quarta-feira, parlamentares americanos indicaram que o presidente Barack Obama pretende discutir o assunto com Luiz Inácio Lula da Silva, durante a visita do presidente brasileiro aos Estados Unidos, no próximo final de semana.

kdz/ap/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG