Parlamentares colombianos pedirão em Montevidéu apoio para acordo humanitário

Bogotá, 21 mai (EFE).- Uma delegação parlamentar do Pólo Democrático Alternativo (PDA) da Colômbia pedirá apoio para se chegar a um acordo humanitário com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) na reunião do Fórum de São Paulo que começa amanhã, em Montevidéu, informou hoje à Agência Efe a congressista Gloria Inés Ramírez, que faz parte dessa formação política.

EFE |

"Tentaremos incluir esse pedido, do acordo humanitário com as Farc, na declaração final do Fórum", disse Ramírez.

A parlamentar colombiana viajará hoje à capital uruguaia, sede da reunião de partidos de esquerda e de outros movimentos sociais e políticos da América Latina, acompanhada pelo presidente do PDA, Carlos Gaviria Díaz, entre outros.

A intenção da delegação, observou a senadora à Efe, é que esse pedido seja incluindo na declaração final "e que se convide tanto as Farc como o Governo do presidente Álvaro Uribe para assinar o acordo pela libertação dos seqüestrados".

Ramírez observou, por outro lado, que seu partido "participará dos diferentes debates e oficinas", e revelou que apresentará uma conferência "sobre o papel dos parlamentares de esquerda na construção da democracia".

As Farc e o também guerrilheiro Exército de Libertação Nacional (ELN) da Colômbia são membros do Fórum de São Paulo, mas não se sabe ainda se estarão representados na reunião de Montevidéu. EFE rrm/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG