Parlamentar britânico é impedido de discursar sem gravata

Um parlamentar britânico foi repreendido e impedido de discursar no Parlamento britânico nesta sexta-feira por estar sem gravata. Durante uma sessão na Câmara dos Comuns, Graham Allen se levantou para pedir a palavra, mas o vice-presidente da casa, Alan Haselhurst, o interrompeu.

BBC Brasil |

"Não é apropriado dirigir a palavra na Casa sem estar devidamente engravatado", disse Haselhurst.

Allen vestia o que chamou de seu "melhor terno", mas não a gravata.

Ao sair da sessão, o parlamentar da cidade de Nottingham disse que desejava protestar contra o grupo de parlamentares conservadores contrários ao uso da Câmara dos Comuns por um dia pelo Parlamento da Juventude britânico.

A entidade é uma organização não-governamental que elege jovens entre 11 e 18 anos que escolhem anualmente três temas para realizar campanhas nacionais.

"Eu iria falar sobre os parlamentares neandertais que ainda são contra o Parlamento da Juventude, mas o vice-presidente me interrompeu e não pude falar porque não estava vestido", disse Allen.

Um colega chegou a oferecer uma gravata, mas o parlamentar disse que não conseguiu colocá-la a tempo.

O político disse que o ocorrido "exemplifica a natureza atrasada de muitos parlamentares que faz com que a Casa dos Comuns pareça, para muitos eleitores, um irrelevante clube de velhos".

O governo havia enviado ao Parlamento uma moção que permitiria ao Parlamento da Juventude usar a Câmara dos Comuns para seu encontro anual, depois de a organização ter usado a Câmara dos Lordes no ano passado.

Mas a moção vem sendo repetidamente bloqueada por um grupo de parlamentares conservadores.


Leia mais sobre Grã-Bretanha

    Leia tudo sobre: grã bretanhagrã-bretanha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG