O ministério francês das Relações Exteriores informou desconhecer o grupo que assumiu a colocação de cinco explosivos na loja Printemps em Paris, afirmando que precisaria um pouco mais de tempo para determinar os autores desse ato.

Ouvido sobre se o ministério conhecia a "Frente Revolucionária Afegã" que reivindicou a ação para exigir a retirada dos soldados franceses do Afeganistão antes do final de fevereiro de 2009, o porta-voz do Quai d'Orsay, Eric Chevallier, respondeu: "não".

"Será preciso um pouco mais de tempo" para determinar quem são, afirmou durante uma entrevista à imprensa. "Não temos nenhum elemento que permita confirmar a realidade desta reivindicação", acrescentou.

Cinco bananas de dinamite sem detonadores foram encontradas na manhã desta terça-feira na loja Printemps, na avenida Hausmann, uma das principais vias comerciais de Paris, em plena temporada de compras de Natal.

Leia mais sobre França

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.