Parentes de passageiros do A330 desaparecido poderão viajar à zona do acidente

Os parentes dos passageiros do Airbus A330 da Air France desaparecido na segunda-feira sobre o Oceano Atlântico poderão, se assim desejarem, viajar até a a zona da catástrofe, anunciou o ministro francês Jean-Louis Borloo, responsável pela área dos Transportes.

AFP |

O ministro também afirmou que a prioridade absoluta das autoridades francesas é encontrar as caixas-pretas. Ele disse ainda que a zona onde provavelmente aconteceu a catástrofe aérea está "praticamente delimitada".

"O presidente (Nicolas Sarkozy) informou que será organizado um deslocamento até a zona para aqueles que desejarem", declarou Borloo, que também é ministro das Infraestruturas, Ecologia e Energia.

O secretário do Estado de Transportes, Dominique Bussereau, informou que o presidente da República receberá na próxima segunda-feira no Palácio do Eliseu as família das vítimas do Airbus A330 da Air France.

ls/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG