Parentes de Bin Laden vivem no Irã, diz jornal

LONDRES (Reuters) - Alguns dos parentes mais próximos do líder da Al Qaeda Osama bin Laden vivem em um lugar secreto no Irã, informou o jornal britânico The Times nesta quarta-feira. O grupo inclui uma mulher dele e filhos que desapareceram do refúgio afegão de Bin Laden na época dos ataques de 11 de Setembro contra os Estados Unidos em 2001, segundo o jornal.

Reuters |

Outros parentes, segundo o jornal, descobriram no mês passado que o grupo, que inclui uma das mulheres de Bin Laden, seis de seus filhos e 11 netos, está sendo mantido em um local de alta segurança fora de Teerã nos últimos oito anos.

O Times citou Omar bin Laden, 29 anos, um dos filhos mais velhos do líder da Al Qaeda, dizendo que não tinha ideia de que seus irmão e irmãs ainda estavam vivos até eles ligarem para ele em novembro.

Eles disseram a Omar que deixaram o Afeganistão horas antes dos ataques de 11 de Setembro e caminharam até a fronteira do Irã. O grupo foi levado a um local cercado nos arredores de Teerã, onde guardas disseram que eles não estavam autorizados a sair "por sua própria segurança".

Uma das crianças, uma filha chamada Iman, escapou recentemente durante uma rara viagem deles fora da residência e chegou até a embaixada da Arábia Saudita. Atualmente, ela vive lá enquanto aguarda autorização para deixar o Irã.

Omar bin Laden disse que seus parentes levam uma vida normal, na medida do possível, cozinham, assistem tevê e lêem. Eles podem deixar o local raras vezes para fazer compras.

Alguns dos filhos mais velhos do líder da Al Qaeda também acabaram casando e tiveram filhos.

"O governo iraniano não sabe o que fazer com esse grupo grande de pessoas que ninguém quer, então eles os mantêm em segurança. Por isso, nós somos tão gratos e agradecemos ao Irã do fundo de nossos corações", disse Omar.

Ele agora espera que a família receba permissão para deixar o Irã e se juntar a sua mãe, irmão e duas irmãs na Síria, ou com ele e sua mulher no Catar.

Soldados norte-americanos e milícias afegãs lançaram em 2001 uma operação de grande porte nas montanhas de Tora Bora em busca de Bin Laden, nascido na Arábia Saudita. Bin Laden nunca foi encontrado e acredita-se que ainda está escondido na região montanhosa da fronteira do Afeganistão com o Paquistão.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG