Paraguai reforça medidas de saúde após detectar 1º caso da gripe

Assunção, 20 mai (EFE).- As autoridades de saúde do Paraguai intensificaram hoje os controles após ter sido detectado o primeiro caso da gripe suína no país, e pediram à população para adotar as medidas preventivas perante a aparição de outros cinco casos suspeitos.

EFE |

Funcionários do Ministério da Saúde mantiveram hoje uma reunião com a prefeita de Assunção, Evanhy de Gallegos, e representantes de várias localidades próximas à capital, onde, segundo o diretor de Vigilância Sanitária, o médico Ivan Allende, poderia haver mais casos, devido à aglomeração de pessoas.

Nesse sentido, Allende recomendou verificar o calendário de eventos nos quais poderia haver muita gente junta, e suspendê-los ou adiá-los até setembro.

Na véspera, as autoridades sanitárias paraguaias reportaram o primeiro caso da gripe em uma mulher adulta que chegou a Assunção há duas semanas, procedente de Nova York.

Allende explicou que hoje foram reportados cinco novos casos suspeitos da doença, duas pessoas que voltaram dos Estados Unidos em 16 de maio e outras três que tiveram contato com elas.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE rg/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG