Paraguai ratifica interesse em mudar Tratado de Itaipu

Assunção, 20 mar (EFE).- O vice-chanceler paraguaio, Jorge Lara Castro, reiterou ao secretário-geral das Relações Exteriores brasileiro, Samuel Pinheiro Guimarães Neto, o interesse das autoridades de Assunção em renegociar o tratado da hidroelétrica de Itaipu, compartilhada entre Brasil e Paraguai.

EFE |

A Chancelaria paraguaia informou nesta sexta-feira em comunicado que Lara Castro e Guimarães Neto conversaram na véspera em Assunção sobre aspectos das relações bilaterais entre Paraguai e Brasil, e sobre a próxima visita ao país do presidente do Paraguai, Fernando Lugo, em 8 de abril próximo.

O documento detalha que o vice-chanceler paraguaio reiterou o interesse de seu país, dentro de uma série de negociações, de renegociar o tratado de criação de Itaipu.

Fontes da Chancelaria paraguaia destacaram que esse tema fará parte das conversas entre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e Lula.

O presidente do Paraguai expressou no último dia 15 em entrevista coletiva que seu país foi tratado "em inferioridade de condições" no acordo de construção de Itaipu.

O Tratado de Itaipu, assinado em 1973, regula tudo relativo à represa e diz que Brasil e Paraguai têm direito cada um a 50% da eletricidade gerada, e que a energia não usada deve ser vendida ao outro sócio a um preço fixo.

O Paraguai reivindica o aumento do preço da energia que cede ao Brasil e a opção de negociar o excedente com outros países. EFE rg/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG